top of page

O que achei do filme da Barbie

Hoje assisti no cinema o filme Barbie. Quando li que o filme seria lançado e vi o trailer, fiz uma leitura rápida, não vi muito sentido e decidi: não vou assistir. 

Mas depois, vendo o movimento em torno da produção, pontos de vista e opiniões, resolvi que eu veria com meus próprios olhos e teria minha própria opinião.   


Nesses dias também me interessei em saber sobre a origem da boneca Barbie, quando foi criada, por isso pesquisei sobre.

Nunca tive Barbies. Tinhas minhas bonecas bebês e conhecia Barbie porque as coleguinhas tinham. Mas sempre soube do estilo da Barbie, seus looks, profissões... 

A Barbie é um produto comercial e se tornou um elemento da cultura pop. Foi uma criação que deu certo porque agradou as meninas e trouxe várias possibilidades para o papel da mulher.

Barbie acompanhou as mudanças sociais, inventou e se reinventou no decorrer do tempo e celebrou as conquistas das mulheres na sociedade. 


Barbie é isso: uma boneca que representa uma mulher moderna e livre, vaidosa e antenada, é um produto do mundo secular que reúne muita fantasia e também aspectos da realidade. 


Falando do filme, eu vi uma Barbie humana e com sentimentos que se dá conta que apenas a fantasia não é o suficiente. 

Ela vive rodeada de seus amigos e tem tudo mas começa a pensar por sua própria cabeça. 

O filme trouxe esse embate da sociedade sobre mulher x homem e traz tanto a barbie quanto o ken no comando da situação mas a Barbieland não abre mão de sua independência.


Um ponto forte do filme é quando se questiona sobre todas as exigências que a sociedade impõe às mulheres: faça isso, faça aquilo, mas nem tanto, tome cuidado e tal, e tal...

Isso dialoga muito com a realidade porque é dessa forma que acontece.

Até a própria Barbie foi culpada por isso...


Não vou falar mais senão conto o final...


Achei o filme leve e divertido, com bom senso e ao mesmo tempo que valoriza as mulheres e enaltece sua Barbie não desmerece os homens.

A própria boneca é uma lady, educada e encantadora. Ela não quer o Ken mas o respeita. 

A produção foi esmerada e o filme é muito fácil de entender, do começo ao fim.

Achei a mensagem necessária. Nem tudo é perfeito e da forma que queremos, nem mesmo no mundo da Barbie.


Adorei assistir. 




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page